México: pais de desaparecidos ameaçam recorrer a instâncias internacionais

Os pais dos 43 estudantes desaparecidos no México em setembro disseram que pretendem recorrer a instâncias internacionais para que o caso seja solucionado e manifestaram insatisfação com o trabalho das autoridades mexicanas; Felipe de la Cruz, porta-voz dos pais, assegurou que a luta continuará até que sejam punidos os responsáveis e encontrados os jovens

Familiares exibem fotos de estudantes desaparecidos durante uma manifestação em Zumpango, no Estado de Guerrero, no sul do México, nesta quinta-feira. 27/11/2014  REUTERS/Henry Romero
Familiares exibem fotos de estudantes desaparecidos durante uma manifestação em Zumpango, no Estado de Guerrero, no sul do México, nesta quinta-feira. 27/11/2014 REUTERS/Henry Romero (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

Os pais dos 43 estudantes desaparecidos no México em setembro disseram, nessa quarta-feira (10), que pretendem recorrer a instâncias internacionais para que o caso seja solucionado. Eles manifestaram insatisfação com o trabalho das autoridades mexicanas.

Felipe de la Cruz, porta-voz dos pais, assegurou que a luta continuará até que sejam punidos os responsáveis e encontrados os jovens. "Continuaremos a percorrer o país para dizer basta de desaparecimentos, além de exigir justiça e punição para os responsáveis por esses acontecimentos lamentáveis", disse ele, acrescentando que, se necessário, os parentes vão pedir ajuda "a outras instâncias que não sejam o governo mexicano".

Em 26 de setembro, 43 estudantes desapareceram no estado de Guerrero, depois de terem sido atacados por policiais, que os entregaram ao grupo de narcotraficantes Guerreros Unidos.

De acordo com o Ministério Público, cerca de 70 pessoas detidas disseram que os estudantes foram executados e os corpos queimados e jogados em um rio.

No domingo (7), as autoridades identificaram os restos mortais de um dos jovens, reforçando a teoria de que o grupo teria sido assassinado, tese que os pais rejeitam, mantendo a esperança de que estejam vivos e pedindo que as investigações não parem.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247