Mike Pompeo diz que governo chinês é um 'monstro marxista-leninista'

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, afirmou em conferência nesta terça-feira que o governo Trump "ainda não acabou" de realizar sua tarefa com a China, que é dirigida por um "monstro marxista-leninista"

Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo
Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo (Foto: Manuel Balce Ceneta/Pool via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Secretário de Estado dos EUA voltou a usar uma retórica dura em referência ao governo chinês, que chamou de "monstro marxista-leninista", durante conferência nesta terça-feira (10).

Pompeo avisa que o governo Trump "ainda não acabou" seu trabalho com a China. Voltou a fazer acusações de que o país socialista asiático mina a autonomia da ex-colônia britânica de Hong Kong e viola os direitos humanos.

Durante seu discurso no Instituto Ronald Reagan em Washington, Pompeo chamou o Partido Comunista da China de "monstro marxista-leninista" cujo regime é "autoritário, brutal e antiético com respeito à liberdade humana".

Há um dia, os EUA impuseram sanções a mais quatro autoridades chinesas, acusando-as de minar a autonomia de Hong Kong, uma indicação de que a administração Trump não pretende suspender suas políticas punitivas contra Pequim até o último dia no poder, informa a RT.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247