Milhares de franceses protestam contra Lei de Segurança Nacional

O projeto foi aprovado pela Assembleia Nacional na semana passada, e impede a divulgação de imagens da polícia, o uso de drones, assim como imagens das forças de segurança feitas pelos cidadãos com seus telefones celulares

www.brasil247.com -
(Foto: Benoit Tessier/Reuters)


247 - Milhares de franceses foram às ruas neste sábado, 28, contra o projeto de lei de Segurança Nacional. Os manifestantes denunciam que a lei impõe restrições a liberdades individuais com medidas ditatoriais.

O projeto foi aprovado pela Assembleia Nacional na semana passada, e impede a divulgação de imagens da polícia, o uso de drones, assim como imagens das forças de segurança feitas pelos cidadãos com seus telefones celulares.

Um artigo pune com um ano de prisão e multa de até 45.000 euros (54.000 dólares) a divulgação “mal-intencionada” de imagens das forças de segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Protestos ocorreram em Lille, Montpellier e Paris. Nesta última cidade, as manifestações não terminaram. Os manifestantes se reúnem na Praça da República, de onde irão para a Praça da Bastilha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os franceses reclamam que a medida do governo de Emmanuel Macron protege policiais que cometem abusos, como em dois casos recentes que ocorreram no país.

Na segunda-feira, durante uma ação de organizações pró-imigrantes, a polícia desalojou com violência um acampamento improvisado em uma praça do centro de Paris, ao mesmo tempo que perseguiram jornalistas que estavam com câmeras e smartphones.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na quinta-feira, câmeras de segurança registraram o espancamento de um produtor musical negro por três policiais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email