Ministra do Trabalho da Espanha vem ao Brasil discutir com Lula reforma trabalhista

A ministra Yolanda Pérez coordenou a revogação da reforma neoliberal e a criação de nova lei para fortalecer os direitos trabalhistas e os sindicatos na Espanha

www.brasil247.com -
(Foto: Stuckert | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A ministra do Trabalho da Espanha, a advogada trabalhista Yolanda Díaz Pérez, virá ao Brasil para conversar com o ex-presidente Lula (PT) sobre a “contrarreforma” trabalhista, informou o jornal O Estado de S.Paulo. No início do ano, o Partido Socialista (PSOE), no governo da Espanha, revogou a reforma trabalhista neoliberal que precarizou o trabalho e não criou empregos.

Na terça-feira, 11, o ex-presidente Lula e representantes das seis centrais sindicais brasileiras, do Partido dos Trabalhadores (Gleisi Hoffmann) e da Fundação Perseu Abramo (Aloizio Mercadante) fizeram uma reunião-seminário com representantes do governo e legislativo espanhol e do PSOE sobre a revisão da reforma trabalhista de 2012 no país europeu.

Lula já sugeriu que deve usar a “contrarreforma” coordenada por Yolanda Pérez como base para rever a reforma trabalhista feita em 2017, no governo de Michel Temer (MDB). Não apenas a ministra do Trabalho acabou com a reforma espanhola de 2012, como criou uma nova lei para fortalecer os direitos trabalhistas e os sindicatos na Espanha.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email