Ministro das Finanças diz que renuncia se gregos votarem "sim"

Ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, disse na TV que o governo grego encontrará uma maneira de alcançar um acordo com os credores se, como ele não espera, os gregos votarem a favor dos termos da oferta; "Talvez mudemos a configuração do governo"

Ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, durante entrevista coletiva em Bruxelas. 27/06/2015 REUTERS/Yves Herman
Ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, durante entrevista coletiva em Bruxelas. 27/06/2015 REUTERS/Yves Herman (Foto: Roberta Namour)

FRANKFURT (Reuters) - O ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, afirmou nesta quinta-feira que irá renunciar de seu cargo se o referendo no fim de semana sobre os termos do resgate resultar em um voto pelo "sim".

Questionado pela TV Bloomberg se ainda seria ministro das Finanças na segunda-feira à noite se os gregos votarem "sim", Varoufakis disse: "Não serei...eu pessoalmente não assinarei outro (acordo) de prorrogação e fingimento."

Ele disse que o governo grego encontrará uma maneira de alcançar um acordo com os credores se, como ele não espera, os gregos votarem a favor dos termos da oferta. "Talvez mudemos a configuração do governo", completou.

(Reportagem de John O'Donnell)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247