Morre Elie Wiesel, Nobel da Paz e sobrevivente do Holocausto

Morreu neste sábado Elie Wiesel, sobrevivente do Holocausto, que se tornou um escritor influente e que ganhou o Prêmio Nobel da Paz na década de 1980; nascido em 1928, Wiesel escreveu muito durante o seu cativeiro nos campos de concentração nazistas e, em 1986, foi premiado com o Prêmio Nobel da Paz

Elie Wiesel, founding chairman of the US Holocaust Memorial Museum, speaks during a ceremony to celebrate the museum's 20th anniversary in Washington, DC on April 29. 2013. AFP PHOTO/Jewel Samad (Photo credit should read JEWEL SAMAD/AFP/Getty Images)
Elie Wiesel, founding chairman of the US Holocaust Memorial Museum, speaks during a ceremony to celebrate the museum's 20th anniversary in Washington, DC on April 29. 2013. AFP PHOTO/Jewel Samad (Photo credit should read JEWEL SAMAD/AFP/Getty Images) (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Reuters - Elie Wiesel, sobrevivente do Holocausto, que se tornou um escritor influente e que ganhou o Prêmio Nobel da Paz na década de 1980, morreu neste sábado, informou o Museu da História do Holocausto em Israel.

Nascido em 1928, Wiesel escreveu muito durante o seu cativeiro nos campos de concentração nazistas e, em 1986, foi premiado com o Prêmio Nobel da Paz.

As tristes lembranças da vida no campo de concentração inspiraram grande parte de sua extensa produção literária. Entre seus 57 livros escritos, destaca-se "Noite", publicado em 1958 e parte de uma trilogia com "Amanhecer" e "Dia". Pelo conjunto da obra, Wiesel recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1986.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247