CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Moscou denuncia a prática de Washington de usar jornalistas para espionagem

Porta-voz da chancelaria russa comentou o caso do jornalista americano Evan Gershkovich, que teve sua prisão prorrogada na Rússia

Imagem Thumbnail
Maia Zakharova, porta-voz da chancelaria russa (Foto: Vladimir Smirnov/TASS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Os serviços de inteligência dos Estados Unidos, apesar das leis daquele país, continuam a utilizar jornalistas como agentes, declarou a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.

Ela apontou que, no aniversário da detenção de Evan Gershkovich, do jornal The Wall Street Journal, sua página editorial foi publicada quase completamente em branco. Em suas palavras, apenas foi publicada a foto do jornalista em preto e branco com a frase "aqui poderia ter estado sua reportagem".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Não descarto, aliás, que o meio americano tenha expressado sua indignação contra os serviços especiais americanos que, contrariamente às leis dos Estados Unidos, continuam a utilizar jornalistas como seus agentes", comentou Zakharova.

O Tribunal da Cidade de Moscou prorrogou no dia 26 de março a prisão preventiva do cidadão americano Evan Gershkovich, repórter do Wall Street Journal baseado em Moscou, preso em março de 2023 sob acusações de espionagem.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Há um ano, Gershkovich foi preso na cidade russa de Yekaterinburg sob suspeita de tentar coletar informações confidenciais de defesa para os Estados Unidos.

Gershkovich foi pego em flagrante quando recebia informações confidenciais e o fez secretamente, reiterou o presidente Vladimir Putin em uma entrevista com Tucker Carlson em fevereiro. A Rússia, no entanto, está disposta a chegar a um acordo sobre uma potencial libertação de Gershkovich, e os seus termos estão a ser discutidos através dos canais de serviços especiais, disse Putin. (Com informações da Sputnik).

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO