Multidão toma as ruas contra o golpe e pede renúncia de presidenta autoproclamada da Bolívia

Em marcha, centenas de milhares partem de El Alto, segunda maior cidade da Bolívia, em direção à capital, La Paz, para repudiar o golpe e exigir a reúncia da autoproclamada presidenta, a senadora Jeanine Áñez

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Aos gritos de "Evo no está solo, carajo!", uma multidão se concentra em El Alto, vizinha à capital, da Bolívia, e se preparam para uma marcha em direção à La Paz para repudiar o golpe e rechaçar a autoproclamação da senadora Jeanine Áñez como presidenta interina da Bolívia, exigindo a sua renúncia. 

Os movimentos anunciaram uma paralisação por tempo indeterminado até que suas demandas sejam atendidas.

Durante o ato, lideranças denunciaram que os deputados e senadores do Movimento Ao Socialismo (MAS) foram impedidos de ingressar na Asembleia Nacional para a sessão desta quarta (13), que iria discutir os rumos do país. 

A manifestação também repudiou a atuação de milícias que tentam conter os protestos populares.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247