Na Guatemala, população indígena exige a renúncia do presidente da República

Desde que as massivas manifestações começaram no sábado passado na Guatemala, a demanda pela renúncia do presidente Giammattei não parou

www.brasil247.com - Manifestações na Guatemala exigem renúncia do presidente
Manifestações na Guatemala exigem renúncia do presidente (Foto: Telesul)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Numa crise política de grandes proporções na Guatemala, presidente da República Alejandre Giammattei é alertado pelos povos indígenas de que "podem paralisar o país"

Representantes dos povos indígenas maias, xinka e garífuna na Guatemala exigem a renúncia do presidente Alejandro Giammattei, em meio à crise política que atravessa o país após a fracassada aprovação dos orçamentos de 2021.

As autoridades das nações indígenas marcharam na terça-feira (24) por um setor do centro da Cidade da Guatemala e avisaram ao governo Giammattei que eles têm a capacidade de paralisar o país.

PUBLICIDADE

Germán Canastuj, um dos dirigentes da manifestação, em frente ao Palácio Nacional da Cultura (sede do Governo) disse, nesse sentido: “Temos capacidade para reunir mais de 100 mil pessoas e paralisar o planalto, mas também todo o país "

Os indígenas vieram de várias partes do país e pediram a Giammattei que atendesse seus pedidos. 

PUBLICIDADE

O protesto dos povos indígenas ocorre no momento em que o país centro-americano vive uma profunda crise política, após o orçamento geral para 2021 ser aprovado de forma obscura e sem levar em conta as demandas e necessidades do povo. 

Informações da Telesul, com a colaboração da leitora Benneditha Cantanhêde

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email