No Chile, Bolsonaro participa de criação de novo bloco de direita

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta sexta-feira, ao lado de presidentes de países da região, entre eles o presidente Jair Bolsonaro, um novo bloco de nações sul-americanas denominado Prosul, para coordenar os países "sem burocracia excessiva", em reação à forte rejeição ao grupo Unasul por sua postura na crise da Venezuela; presidentes de Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Paraguai e Peru assinaram uma declaração manifestando seu compromisso com a integração regional

No Chile, Bolsonaro participa de criação de novo bloco de direita
No Chile, Bolsonaro participa de criação de novo bloco de direita (Foto: REUTERS/Rodrigo Garrido)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SANTIAGO (Reuters) - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta sexta-feira, ao lado de presidentes de países da região, entre eles o presidente Jair Bolsonaro, um novo bloco de nações sul-americanas denominado Prosul, para coordenar os países "sem burocracia excessiva", em reação à forte rejeição ao grupo Unasul por sua postura na crise da Venezuela.

Ao final de uma reunião de cúpula em Santiago, os presidentes de Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Paraguai e Peru assinaram uma declaração manifestando seu compromisso com a integração regional.

Piñera disse que o Chile vai liderar a iniciativa em suas primeiras etapas e, posteriormente, o Paraguai vai presidir o bloco.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247