Novo terremoto no Nepal mata ao menos 25

Um novo terremoto de magnitude 7,3 atingiu o Nepal nesta terça-feira, matando mais de 20 pessoas no país do Himalaia e em Estados vizinhos, e muitas edificações, já enfraquecidas por um tremor devastador do mês passado, desabaram

Um novo terremoto de magnitude 7,3 atingiu o Nepal nesta terça-feira, matando mais de 20 pessoas no país do Himalaia e em Estados vizinhos, e muitas edificações, já enfraquecidas por um tremor devastador do mês passado, desabaram
Um novo terremoto de magnitude 7,3 atingiu o Nepal nesta terça-feira, matando mais de 20 pessoas no país do Himalaia e em Estados vizinhos, e muitas edificações, já enfraquecidas por um tremor devastador do mês passado, desabaram (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Ross Adkin e Gopal Sharma

KATMANDU (Reuters) - Um novo terremoto de magnitude 7,3 atingiu o Nepal nesta terça-feira, matando mais de 20 pessoas no país do Himalaia e em Estados vizinhos, e muitas edificações, já enfraquecidas por um tremor devastador do mês passado, desabaram.

O terremoto teve epicentro 68 quilômetros a oeste da cidade de Namche Bazaar, perto do Monte Everest e da fronteira com o Tibet, informou o Serviço Geológico dos EUA. O tremor pôde ser sentido no norte da Índia e em Bangladesh.

Prédios tremeram em Nova Délhi, fazendo com que funcionários de escritórios corressem para as ruas. Moradores da cidade indiana de Siliguri, perto da fronteira como Nepal, disseram que pedaços de concreto caíram de um ou dois prédios.

O Ministério do Interior do Nepal disse que o número de mortos no terremoto chegou a 19 no país, com 981 feridos.

Nas cidades indianas fronteiriças com o Nepal morreram cinco pessoas -uma em Uttar Pradesh e quatro em Bihar, de acordo com autoridades, e a mídia chinesa relatou uma pessoa morta no Tibet após deslizamento de rochas sobre um carro.

O Nepal ainda se recupera da devastação causada pelo terremoto do mês passado, de magnitude 7,8, o pior a atingir o país em mais de 80 anos, matando pelo menos 8.046 pessoas e ferindo mais de 17.800.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247