O México está trabalhando em sua própria vacina contra Covid-19 e planeja realizar testes com a cubana Soberana 02

O México está desenvolvendo sua própria vacina contra a Covid-19, cujo nome poderia ser Pátria, enquanto analisa a possibilidade de fazer testes em seu território com o Soberana 02, a droga criada em Cuba

Andrés Manuel López Obrador
Andrés Manuel López Obrador (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O México anunciou que realiza pesquisas para produzir sua própria vacina. Enquanto isso, vai trabalhar também com a vacina cubana Soberana 02. O fato foi indicado pelas autoridades mexicanas no último domingo (14), durante coletiva de imprensa do presidente Andrés Manuel López Obrador.

Vacina cubana no México

“Na América Latina, neste momento, estão para entrar em fase clínica seis vacinas, das quais duas são de Cuba. Cuba está na frente nisso”, disse o chanceler Marcelo Ebrard, chefe do Ministério das Relações Exteriores, informa a RT.

O governo mexicano explicou que Cuba está desenvolvendo sua própria vacina, e que há negociações para uma possível fase de testes em território mexicano.

“E há, claro, comunicação do Ministério da Saúde com a empresa, o laboratório de Cuba que está desenvolvendo essa vacina para que parte de sua fase III possa ser realizada no México”, esclareceu Ebrard.

O desenvolvimento mais avançado corresponde à Soberana 02, que já passou pela fase II de seus testes e espera poder passar para a fase III em março próximo, para iniciar os últimos testes antes de sua aplicação sanitária com a participação de 150 mil voluntários.

Vacina 'Pátria'?

Por sua vez, López Obrador informou que o México também está desenvolvendo sua própria vacina contra a Covid-19.

O projeto é liderado pelo Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (Conacyt) em coordenação com empresas privadas. “Na hora vamos sugerir que nossa vacina se chame Patria, já deixamos o nome de lado”, acrescentou o presidente mexicano.

Em dezembro passado, a diretora da Conacyt, María Elena Álvarez-Buylla, explicou que o projeto para produzir a droga mexicana surgiu de uma instrução dada por López Obrador.

“Pelo mandato presidencial, agora para 2021, torna-se uma prioridade para Conacyt desenvolver e produzir esta vacina nacional contra o covid-19, e não há razão para não o conseguir”, disse o responsável durante uma conferência de imprensa por ocasião da apresentação do programa anual de pesquisa.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email