O que se sabe sobre o ataque em Munique

Após uma noite de caos, informações mais concretas começam a emergir sobre a tragédia na cidade bávara. Veja o que foi revelado até aqui sobre o ataque, que deixou ao menos nove mortos

Após uma noite de caos, informações mais concretas começam a emergir sobre a tragédia na cidade bávara. Veja o que foi revelado até aqui sobre o ataque, que deixou ao menos nove mortos
Após uma noite de caos, informações mais concretas começam a emergir sobre a tragédia na cidade bávara. Veja o que foi revelado até aqui sobre o ataque, que deixou ao menos nove mortos (Foto: Leonardo Attuch)

Da Deutsche Welle

O que se sabe:

- O ataque foi realizado por um único atirador: um adolescente de 18 anos, alemão de origem iraniana. Segundo o site da revista Der Spiegel, ele se chama David S.

- O atirador matou pelo menos nove pessoas, feriu outras 16 e se matou em seguida, segundo a polícia.

- Embora testemunhas tenham contado ter visto um rifle, a polícia acredita que a arma usada foi uma pistola.

- O ataque começou por volta das 17h50 (horário local). O atirador abriu fogo em frente a uma loja do McDonald’s, atravessou para um shopping (Olympia) do outro lado da rua (Hanauer Strasse, noroeste da cidade) e continuou disparando. Foi ali que ele fez a maioria de suas vítimas.

- O vídeo que mostra o atirador no topo de um estacionamento foi gravado após ele abrir fogo no shopping. Nas imagens, ele troca ofensas com um morador, não dá pistas de sua motivação e diz ser alemão.

- O atirador, que chegou a ser perseguido por um policial, foi encontrado morto a cerca de 500 metros do shopping. Ele teria dado um tiro na cabeça.

- Munique chegou a entrar em estado de alerta. Todos os serviços de transporte público foram interrompidos – voltando a funcionar por volta da 1h. A polícia pediu que áreas públicas fossem evitadas e que as pessoas ficassem em casa ou procurassem um abrigo seguro.

O que não se sabe:

- A motivação do ataque. A polícia faz buscas no apartamento do atirador. Nenhuma organização terrorista fez qualquer reivindicação do ocorrido.

- A polícia ainda não sabe se o ataque foi planejado.

- Não está claro quem o atirador tinha como alvo específico. Os relatos de que ele gritou palavras contra estrangeiros ao atirar não foram confirmados.O mais provável, com base em relato de testemunhas, é que ele tenha atirado a esmo.

- A identidade das vítimas ainda não foi revelada.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247