Obama comemora fuga do "abismo fiscal"

Obama disse que o acordo com o Congresso representa  “apenas um passo” em um contexto de um esforço mais amplo de fortalecimento da economia; projeto aprovado na noite de ontem evita aumentos de impostos para a classe média americana

Obama comemora fuga do "abismo fiscal"
Obama comemora fuga do "abismo fiscal"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília –  O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que a aprovação do novo sistema fiscal é uma promessa de campanha que evitará a crise orçamentária. A proposta foi aprovada às 23h de ontem (1º), em meio a debates e divergências entre republicanos e democratas. A Câmara dos Representantes (equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil) aprovou a proposta por 257 votos a favor e 167 contrários. Para as autoridades norte-americanas, a iniciativa evitará o chamado abismo fiscal.

Obama disse que o acordo com o Congresso representa  “apenas um passo” em um contexto de um esforço mais amplo de fortalecimento da economia. Ao classificar o déficit do país de “demasiado alto”, o presidente disse estar  “completamente aberto” a um compromisso para reduzi-lo de forma equilibrada.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou o acordo após receber sinalização para fazê-lo por parte do Senado. A proposta pretende evitar o aumento de impostos na classe média e aumentar as taxas sobre os rendimentos acima de US$ 400 mil para pessoas físicas e de US$ 450 mil para os casais.

Pelo acordo, há uma série de mudanças nos cortes nas despesas públicas, adiando até março, por exemplo algumas reduções. Um exemplo é o que ocorrerá com os US$ 24 bilhões relativos ao Departamento de Defesa e vários programas internos que deverão ser adiados por dois meses.


*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa // Edição: Juliana Andrade

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email