Obama faz 50 anos sem muito o que comemorar

Presidente dos Estados Unidos festeja aniversrio em meio a seu mais baixo nvel de popularidade

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais – O presidente dos Estados Unidos Barack Obama entra nesta quinta-feira para o time dos cinquentões. "O pior de chegar aos 50 anos é que não me sinto tão veloz como antes e demoro mais para me recuperar na quadra de basquete", brincou o presidente em recente encontro com a Associação para o Avanço da Pessoas Aposentadas (AARP, na sigla em inglês).

A data, no entanto, será marcada com seu menor nível de popularidade (40%) desde que assumiu o governo do País e com a pior crise dos últimos 80 anos. Além do índice de desemprego de 9,2%, nas últimas semanas os Estados Unidos vivenciaram uma dura batalha política para aumentar o teto da já elevada dívida do país, de US$ 14,3 trilhões, para evitar um calote. Ele também não fechou a prisão de Guantánamo, como havia prometido. A reforma sanitária, outra aposta de campanha, foi mais modesta do que a anunciada e não agradou os eleitores.

Mesmo assim, o aniversário será comemorado em grande estilo. Uma grande festa o aguarda em Chicago, para arrecadar fundos, com a participação da cantora Jennifer Hudson e do pianista de jazz Herbie Hancock. Seus admiradores pagarão US$ 35 mil.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email