Obama no estilo Bush: “Decapitamos a Al Qaeda”

Presidente americano vai at quartel dos fuzileiros que mataram Bin Laden, faz condecoraes e diz que EUA tem o melhor exrcito do mundo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 (com agências internacionais) _ Errou quem registrou que o presidente Barack Obama “encerrou um ciclo”, na quinta-feira 5, em torno da morte de Osama Bin Laden, ao depositar flores no Marco Zero, em Nova York. Nesta sexta-feira 6, Obama voltou a faturar politicamente a operação que abateu o inimigo número 1 dos Estados Unidos, desta vez condecorando os integrantes do grupamento Seals, considerado a tropa de elite da Marinha americana. Esses fuzileiros participaram da operação no Paquistão, no domingo 1, que liquidou o líder da Al Qaeda.

"Vim aqui dizer obrigado, em nome da América”, afirmou Obama diante da tropa, reunida em Fort Campbell, no estado do Kentucky. “Esta foi uma semana histórica para a nossa nação. Graças às incríveis habilidades e coragem de diversas equipes, conseguimos destruir a ameaça". Talvez nem mesmo o então presidente George W. Bush, em seus tempos de caçada a Saddam Hussein e ao próprio Bin Laden, poderia ter feito melhor. "Ontem fui a Nova York e hoje estou aqui em Fort Campbell. Tive o privilégio de conhecer as pessoas que executaram nossa promessa [de vingar os atentados de 11 de setembro]”, disse Obama. O presidente afirmou ter repetido aos fuzileiros: “missão cumprida, missão cumprida'".

Sem economizar elogios, Obama disse, em discurso, que os Seals são os “profissionais silenciosos da América", que "treinaram durante anos e praticaram incansavelmente para esta missão". Para ele, “os Estados Unidos têm o melhor exército do mundo”. “Quando eu lhes dei a ordem (aos Seals), eles estavam prontos. O mundo pôde ver o quão prontos eles estavam", acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email