Obama pede apoio ao Congresso

Presidente americano apelou aos parlamentares para que aprovem o "pacote para o trabalho", projeto de lei que promete gerar empregos no pas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apelou nesta segunda-feira 12 ao Congresso norte-americano para a aprovação, sem postergações ou manobras, do projeto de lei que propõe medidas para a geração de empregos. O pacote prevê a criação de postos de trabalho a partir de cortes de impostos, gastos em projetos sociais e ajuda para governos locais e estaduais.

O projeto de lei será enviado ainda hoje ao Congresso. Paralelamente, Obama planeja fazer viagens a várias regiões dos Estados Unidos, começando pela Carolina do Norte e por Ohio, com o objetivo de conquistar apoio para aprovação do plano. No último dia 8, Obama anunciou cortes de impostos para pequenos negócios e para a classe média e o aumento da tributação sobre as grandes empresas e os mais ricos como fundamentos da proposta de US$ 447 bilhões destinados a reativar a criação de empregos nos Estados Unidos. O pacote foi apresentado ao Congresso norte-americano.

Em relação aos cortes de tributos, o plano prevê a redução de impostos para as empresas que contratarem. Terão prioridade os veteranos de guerra e os desempregados de longo prazo. As empresas receberão crédito tributário de US$ 4 mil cada vez que contratarem pessoas sem trabalho há pelo menos seis meses. Classificados por Obama como a principal fonte de empregos nos Estados Unidos, os pequenos negócios terão a contribuição recolhida por trabalhadores reduzida pela metade, de 6,2% para 3,1%. O presidente propôs a prorrogação por um ano do corte de tributos para as famílias de classe média. Cada família deixará de pagar US$ 1,5 mil em 2012.

O governo também pretende prorrogar por um ano o pagamento do seguro desemprego. Para estimular a economia, Obama anunciou um pacote de obras públicas. O governo norte-americano estimulará a modernização da rede de transportes e a modernização de 35 mil escolas no país, com prioridade para a instalação de internet de alta velocidade. Segundo Obama, a proposta tem pontos que agradam tanto a parlamentares democratas (do partido do presidente) como republicanos. Para obter apoio da oposição, o presidente anunciou que o pacote de incentivos terá compensações que não permitirão a ampliação do déficit público dos Estados Unidos.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247