Obama promulga Orçamento até 2015

Acordo firmado entre democratas e republicanos evita a paralisia dos serviços federais e estabelece o aumento do limite da despesa de US$ 967 bilhões em 2013 para US$ 1,012 bilhões em 2014 e US$ 1,014 bilhão em 2015

President Barack Obama signs a copy of  former South African President Nelson Mandela's book "Conversations with Myself" while visiting Mandela's office at the Nelson Mandela Centre of Memory in Johannesburg, South Africa, June 29, 2013. President Obama w
President Barack Obama signs a copy of former South African President Nelson Mandela's book "Conversations with Myself" while visiting Mandela's office at the Nelson Mandela Centre of Memory in Johannesburg, South Africa, June 29, 2013. President Obama w (Foto: Roberta Namour)

Da Agência Brasil
Washington - O presidente norte-americano, Barack Obama, promulgou nessa quinta-feira (26), no Havaí, onde se encontra de férias, a Lei do Orçamento para os próximos dois anos, aprovada recentemente pelo Congresso.

A medida, que foi aprovada na Câmara dos Representantes, dominada pela oposição republicana, e depois no Senado, de maioria democrata, com 64 votos a favor e 36 contra, com o apoio de nove republicanos, estipula limites para a despesa em 2014 e 2015 e elimina cortes automáticos em US$ 63 bilhões, que deveriam começar em 1º de janeiro.

O acordo firmado entre democratas e republicanos evita a paralisia dos serviços federais e estabelece o aumento do limite da despesa de US$ 967 bilhões em 2013 para US$ 1,012 bilhões em 2014 e US$ 1,014 bilhão em 2015.

*Com informações da Agência Lusa

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247