Ocidente caiu em armadilha ao não prever seu enfraquecimento, diz Putin

Segundo o presidente russo, o Ocidente não foi capaz de avaliar o desenvolvimento da situação mundial e o enfraquecimento de sua influência

www.brasil247.com - Presidente da Rússia,  Vladimir Putin, durante reunião em Moscou
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante reunião em Moscou (Foto: Pool via REUTERS)


Sputnik - "O Ocidente caiu em uma armadilha", porque não conseguiu prever as tendências de perda do seu domínio global, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (30).

Segundo ele, o Ocidente não foi capaz de avaliar o desenvolvimento da situação mundial e o enfraquecimento de sua influência.

A declaração foi feita em discurso pelo centenário da inteligência russa. Ao abordar o tema, Putin lembrou que a prioridade do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (SVR, na sigla em russo) é a previsão estratégica de conjunturas internacionais.

O presidente afirmou ainda que o elemento com força para unir a humanidade é a "multipolaridade", que, segundo ele, representa a liberdade das nações.

"Quero enfatizar que, em nosso entendimento, a multipolaridade é, antes de tudo, liberdade. A liberdade dos países e povos, seu direito natural de seguir seu próprio caminho de desenvolvimento, de preservar sua originalidade e singularidade. Com tal modelo na ordem mundial, não pode haver lugar para imposições por alguém [...] ou exclusividade de países ou mesmo blocos", disse Putin.

A Rússia iniciou a operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.

A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.

Além disso, as Forças Armadas da Rússia acusam militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email