ONU concede assento da Líbia aos rebeldes

A resoluo foi aprovada por 114 votos a 17, com 15 abstenes, revelando as divises na frica e na Amrica Latina a respeito de quem deve representar o pas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou em votação nesta sexta-feira a concessão do assento da Líbia para o Conselho Nacional de Transição (CNT), que liderou os rebeldes que derrubaram o coronel Muamar Kadafi.

A resolução foi aprovada por 114 votos a 17, com 15 abstenções, revelando as divisões na África e na América Latina a respeito de quem deve representar a Líbia.

A Venezuela acusou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) de realizar "ataques aéreos criminosos...para instalar um governo fantoche". Um principal bloco regional do sul da África se opôs à concessão das credenciais ao CNT, mas não conseguiu adiar a votação.

O comitê de credenciais da Assembleia Geral havia recomendado por unanimidade que os rebeldes fossem reconhecidos. O resultado significa que o CNT poderá falar em nome da Líbia na reunião ministerial da Assembleia Geral da ONU na semana que vem.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247