Oposição venezuelana instala barricadas dias antes da eleição da Constituinte

A oposição na Venezuela declarou guerra à eleição para a Assembleia Constituinte convocada pelo presidente Nicolás Maduro; oposicionistas criaram barricadas e dificultaram o trânsito em vários distritos de Caracas; grandes protestos de rua são esperados até domingo, quando acontece a eleição

Manifestantes usam caminhão para fazer barricada durante protesto contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em Caracas. 22/05/2017 REUTERS/Carlos Barria
Manifestantes usam caminhão para fazer barricada durante protesto contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em Caracas. 22/05/2017 REUTERS/Carlos Barria (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Sputnik Brasil

Oposicionistas criaram barricadas e dificultaram o trânsito em vários distritos de Caracas. Grandes protestos de rua são esperados até domingo, quando acontece a eleição para a Assembleia Constituinte proposta por Maduro.

O Ministério do Interior venezuelano baixou uma proibição à protestos de rua no país antes das eleições da Assembleia Constituinte, que será encarregada de reescrever a Carta Magna. A proibição começou a vigorar hoje e vai até terça-feira. A oposição Mesa da Unidade Democrática respondeu convocando outra manifestação.

O jornal El Nacional informou que as barricadas foram instaladas no bairro de La Lucha e na avenida Francisco de Miranda. A Venezuela mergulhou em caos desde janeiro de 2016, quando uma Assembleia Nacional dominada pela oposição foi eleita e as relações entre Maduro e o Parlamento se tornaram tensas.

Em março, o Supremo Tribunal venezuelano decidiu absorver o poder legislativo. Embora a decisão controversa tenha sido imediatamente revertida dada a repercussão internacional, os partidários da oposição incitaram a saída dos juízes do tribunal levando milhares às ruas no início de abril. A série de protestos que se seguiu causaram a morte de mais de 100 pessoas até agora.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247