“Osama foi uma grande pessoa”, diz líder terrorista

Alerta contra atentados se espalha pelo mundo; Igreja tem volta da guerra santa; alarme contra atentados est disparado

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_ Líder do grupo terrorista Lashkar-e-Taiba (Let), um dos mais violentos com base no Paquistão, Hafiz Mohammad Saeed discursou ontem para seguidores, em cerimônia religiosa em homenagem a Osama Bin Laden, com fortes elogios ao terrorista morto. “Osama foi uma grande pessoa que despertou o mundo muçulmano”, afirmou Saeed. “Mártires não são perdas, mas uma questão de orgulho para os muçulmanos”, completou, indicando que haverá desforra a respeito da morte de Bin Laden pelo exército americano.

Em Roma, o presidente emérito do Pontifício Conselho de Justiça e Paz, cardeal Renato Raffaele Martino, alertou hoje no Vaticano sobre a possibilidade de um aumento de ações terroristas e uma retomada da jihad, a "guerra santa" após a morte de Bin Laden. Ele destacou à agência ANSA que existe um "temor de todos" sobre a possibilidade de novos ataques e convidou a intensificar "o diálogo e a cooperação com os países islâmicos. Esta é a única receita". Para o cardeal, “infelizmente os fundamentalistas tendem a não deixar escapar certas oportunidades, e sempre serviram um péssimo serviço ao Islã". Ele fez referência a atentados ocorridos em momentos de forte tensão política no mundo.

O alerta contra atentados disparou nos Estados Unidos e Europa. Em comunicado divulgado no Paquistão, o Talebã anunciou toda a sua disposição de atacar dentro ou fora do país. No Afeganistão, um grupo de simpatizantes de Bin Laden realizou uma concentração na qual o terrorista foi tratado como um mártir. “Osama era como um pai para mim”, disse às agências internacionais o jovem afegão Mohammad Younus. Ao mesmo tempo, a organização terrorista Haqqani, ligada à Al Qaeda, manifestou sua solidariedade ao “martírio” de Bin Laden, prometendo agir para vingá-lo.

Na ONU, o presidente do Conselho de Segurança, Gérard Araud, reiterou a necessidade da manutenção do alerta geral contra atos de terrorismo, o que implica no incremento de procedimentos de segurança nos principais aeroportos. A Interpol igualmente transmitiu comunicado a todas as suas divisões no sentido de reforçar os procedimentos de checagem de informações sobre procurados e suspeitos. O governo dos Estados Unidos ampliou suas recomendações para o aumento da segurança em embaixadas e instalações militares do país. O primeiro-ministro da Espanha, José Luiz Zapatero, reuniu seus assessores de segurança para recomendar cuidados às empresas e cidadãos espanhóis que atuam trabalham no Paquistão e no Afeganistão. O governo dos Estados Unidos está decidindo se divulga ou não imagens de Bin Laden morto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email