Paciente nos EUA recebe conta de US$ 1,1 milhão após ser tratado e quase ter morrido por Covid-19

A cada dia que passou em UTI, foi cobrado 9,7 mil dólares, e pelos 42 dias que passou em uma câmara isolada, está sendo cobrado 402 mil. Cerca de 25% da conta é resultado dos medicamentos que usaram para tratá-lo

(Foto: Brian Snyder/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após passar 62 dias internado em hospital, e quase ter morrido, por ter contraído coronavírus, um homem recebeu uma conta hospitalar de US$ 1,1 milhão - equivalente de R$ 5,5 milhões. O homem, Michael Flor, chegou tão perto da morte que uma noite uma enfermeira ligou para seus familiares irem se despedir, informa reportagem do Seattle Times.

A cada dia que passou em UTI, foi cobrado 9,7 mil dólares, e pelos 42 dias que passou em uma câmara isolada, está sendo cobrado 402 mil. Cerca de 25% da conta é resultado dos medicamentos que usaram para tratá-lo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247