Papa critica hipócritas que “falam de paz e vendem arma”

Em mais uma crítica a políticos cujo perfil se encaixa ao de Bolsonaro, o Papa Francisco fez menção ao “grande pecado da hipocrisia”, já que muitos países “falam de paz e vendem armas aos que estão em guerra”

O Papa Francisco também ter medo dos discursos de líderes populistas
O Papa Francisco também ter medo dos discursos de líderes populistas (Foto: REUTERS/Filippo Monteforte/Pool)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Papa Francisco criticou neste domingo (23) os hipócritas que “falam de paz e vendem arma”, durante evento na cidade de Bari, no sul da Itália. O pontífice aproveitou para fazer menção ao “grande pecado da hipocrisia”, já que muitos países “falam de paz e vendem armas aos que estão em guerra”.

O papa também disse ter receio dos discursos de líderes populistas, porque o fazem lembrar das “mensagens de ódio dos anos 1930”, em referência ao nazismo e ao fascismo.

A guerra, diz o Papa, “é uma verdadeira loucura, porque é irracional destruir casas, pontes, fábricas, hospitais, matar pessoas e aniquilar recursos em vez de construir relações humanas e econômicas”.

Está não é a primeira crítica a políticos cujo perfil se encaixa ao de Jair Bolsonaro. Recentemente, em seu texto sobre o Sínodo da Amazônia, o pontífice classificou como "injustiça e crime" o desmonte da agenda ambiental, como a exploração mineral de terras indígenas e a legalização do garimpo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247