Papa Francisco recebe camiseta pela liberdade de Lula

O Papa Francisco recebeu nesta segunda-feira, 8, no Vaticano, uma camiseta em defesa da liberdade do ex-presidente Lula; Francisco já escreveu carta se solidarizando com Lula e já denunciou o uso do poder Judiciário para perseguição política

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Papa Francisco recebeu nesta segunda-feira, 8, uma camiseta em defesa da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A entrega da camiseta foi diuvulgada pelo perfil do ex-presidente Lula no Twitter, sem muitas informações. 

O Papa Francisco já deu várias manifestações contrárias à prisão política do ex-presidente Lula. Em maio deste ano, Francisco escreveu uma carta a Lula em que diz orar por ele e pede que o e-presidente 'não deixe de rezar por mim'. O Papa Francisco lamenta ainda "as duras provas que o senhor viveu ultimamente" e cita a morte de dona Marisa, do irmão de Lula, Genival Inácio, e do neto dele, Arthur (leia mais no Brasil 247). 

Em junho, o Papa Francisco fez uma declaração condenando o lawfare no Judiciário, descrito por ele como “uma nova forma de intervenção exógena nos cenários políticos dos países através do uso indevido de procedimentos legais e tipificações judiciais”.

“O Lawfare, ademais de colocar em sério risco a democracia dos países, geralmente é usado para minar os processos políticos emergentes, e tendem a violação sistemática dos direitos sociais”, disse Francisco durante encontro com juristas e membros do Judiciário da América Latina e dos Estados Unidos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email