Partido de extrema-direita Vox desperta rumores de oscilação no eleitorado espanhol

O partido espanhol Vox, alinhado a um movimento de extrema-direita mais amplo que emerge em toda a Europa, tornou-se o foco de uma especulação sobre oscilações nas intenções de voto desde que as pesquisas oficiais sobre a eleição nacional da Espanha terminaram quatro dias atrás

Partido de extrema-direita Vox desperta rumores de oscilação no eleitorado espanhol
Partido de extrema-direita Vox desperta rumores de oscilação no eleitorado espanhol (Foto: REUTERS/Juan Medina)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

John Stonestreet e Belén Carreño (Reuters) - O partido espanhol Vox, alinhado a um movimento de extrema-direita mais amplo que emerge em toda a Europa, tornou-se o foco de uma especulação sobre oscilações nas intenções de voto desde que as pesquisas oficiais sobre a eleição nacional da Espanha terminaram quatro dias atrás.

Nenhum partido isolado parece sequer perto de obter uma maioria, e as chances de um Parlamento preso em um impasse e de uma segunda votação são altas.

Líderes das cinco siglas que disputam um papel no governo terão sua última oportunidade de cortejar o eleitorado em comícios na noite desta sexta-feira, quando encerram uma campanha caracterizada mais por apelos aos corações do que aos bolsos.

Por tradição, a política fica ausente do dia anterior a uma eleição espanhola.

Dois prêmios principais ainda estão em disputa na reta final, e um deles diz respeito a qual dos blocos multipartidos de esquerda e direita rivais conseguirá mais votos.

O outro é quanto o Vox, estreante que desafia o Partido Popular (PP) e o partido de centro-direita Ciudadanos, pode avançar. Os institutos de pesquisa têm se empenhado em prevê-lo, e os veículos de mídia com acesso a sondagens extraoficiais feitas desde segunda-feira sugerem que o Vox pode se sair melhor do que o esperado.

A aliança frouxa de três partidos da direita é liderada pelo PP, partido conservador tradicional que se alternou no governo com os socialistas do primeiro-ministro em fim de mandato, Pedro Sánchez, desde a volta do país à democracia nos anos 1970.

O PP aparece com cerca de 20 por cento, o Ciudadanos com perto de 14 por cento e o Vox na casa dos 11 por cento, segundo a última compilação de pesquisas do diário El Pais publicada na segunda-feira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247