Partidos separatistas da Catalunha vencem eleições

Partidos separatistas conquistaram a maioria absoluta dos assentos no parlamento da Catalunha neste domingo, 27, colocando a região no caminho de uma declaração unilateral de independência da Espanha; principal grupo separatista "Juntos pelo Sim" ganhou 62 assentos das 135 vagas na assembleia regional; eles ganharam em conjunto 47,33%; "Os catalães votaram sim para a independência", afirmou o líder do governo regional, Artur Mas

Partidos separatistas conquistaram a maioria absoluta dos assentos no parlamento da Catalunha neste domingo, 27, colocando a região no caminho de uma declaração unilateral de independência da Espanha; principal grupo separatista "Juntos pelo Sim" ganhou 62 assentos das 135 vagas na assembleia regional; eles ganharam em conjunto 47,33%; "Os catalães votaram sim para a independência", afirmou o líder do governo regional, Artur Mas
Partidos separatistas conquistaram a maioria absoluta dos assentos no parlamento da Catalunha neste domingo, 27, colocando a região no caminho de uma declaração unilateral de independência da Espanha; principal grupo separatista "Juntos pelo Sim" ganhou 62 assentos das 135 vagas na assembleia regional; eles ganharam em conjunto 47,33%; "Os catalães votaram sim para a independência", afirmou o líder do governo regional, Artur Mas (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

MADRID (Reuters) - Os partidos separatistas conquistaram a maioria absoluta dos assentos no parlamento da Catalunha neste domingo, colocando a região no caminho de uma declaração unilateral de independência da Espanha.

O principal grupo separatista "Se Junts pel" (Juntos pelo Sim) ganhou 62 assentos das 135 vagas na assembleia regional, enquanto o partido de esquerda CUP venceu mais 10 assentos, segundo os resultados oficiais divulgados.

Eles ganharam em conjunto 47,33 por cento dos votos.

"Os catalães votaram sim para a independência", afirmou o líder do governo regional, Artur Mas, depois que 70,78 por cento dos votos foram contados.

Ambos os partidos separatistas disseram que vão declarar a independência unilateralmente em 18 meses, algo que o governo central de Madrid diz que vai bloquear na Justiça alegando que a Constituição espanhola não permite.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247