Pastores brasileiros da Igreja Universal são expulsos de Angola sob acusação de "ganância"

Pastores brasileiros da igreja de Edir Macedo foram expulsos por uma comissão de membros angolanos da mesma igreja. “A igreja vem desenvolvendo há muito tempo e a ganância dos expatriados brasileiros foi se avolumando", afirma o pastor Nilton Ribeiro, porta-voz da comissão

(Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Paulo Lopes, em seu blog - A comissão de reforma da Igreja Universal de Angola, constituída por pastores daquele país, expulsou hoje (22) de 30 templos os sacerdotes brasileiros sob a acusação de ganância. A informação é do site Ango Notícias.

O pastor Nilton Ribeiro, porta-voz da comissão, comunicou que a “a igreja vem desenvolvendo há muito tempo e a ganância dos expatriados brasileiros foi se avolumando, razão pela qual tomamos a decisão da rotura do convénio com a gestão brasileira”.

Acrescentou: “Crimes como o racismo, discriminação social, abuso de autoridade, faltas de respeito, humilhações públicas e evasão de divisas para o exterior e expatriamento ilícito de capital, são alguns problemas que podemos evocar”.

Neves informou que foram tomados os templos das províncias de Luanda, Benguela, Huambo Malanje, Cuanza Sul e Namibe.

A direção da Igreja Universal não se manifestou até agora sobre a expulsão dos pastores brasileiros.

Continue lendo no aqui

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247