CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Pesquisa italiana indica que Sudário de Turim é autêntico

Descobertas da Agncia Nacional Italiana para Novas Tecnologias minam teorias anteriores de a imagem que aparece no tecido que cobriu o corpo de Jesus foi falsificada no perodo medieval

Pesquisa italiana indica que Sudário de Turim é autêntico (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 com agências internacionais - Uma série de experimentos conduzidos por pesquisadores italianos indicam que o Sudário de Turim, ou Santo Sudário, é provavelmente autêntico, mas a equipe ainda não chegou a uma conclusão definitiva.

Décadas de pesquisas sobre o tecido que cobriu Jesus após sua morte revelaram uma série hipóteses conflitantes em torno da autenticidade do sudário. No entanto, pesquisadores da Agência Nacional Italiana para Novas Tecnologias, Energia e Desenvolvimento Econômico Sustentável acreditam que suas descobertas minam teorias anteriores de que o Sudário foi falsificado no período medieval.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No ano passado, cientistas foram capazes de replicar algumas marcas no pano usando técnicas de luz ultravioleta altamente avançada que não estavam disponíveis há 2.000 anos - nem durante os tempos medievais.

Uma vez que a mortalha e "todas as suas facetas" ainda não puderam ser inteiramente replicados usando a tecnologia de hoje, os pesquisadores sugerem que é impossível que a imagem original tenha sido criada em qualquer período.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No entanto, os cientistas estão dispostos a apontar falhas em suas descobertas.

Essa incapacidade de repetir (e, portanto, falsificar) a imagem no Sudário torna impossível formular uma hipótese confiável de como a impressão foi feita.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ainda assim, o pesquisador professor Manuela Marinelli estima que a autenticidade do pano é de pelo menos 95 por cento autêntico. "Ninguém pode dar garantias de 100 por cento 2.000 anos depois de ter sido encontrado."

As descobertas prometem atiçar crentes e céticos, mas como Tom Chivers, editor da Telegrap, diz, a autenticidade ou não do Sudário de Turim não tem quaisquer implicações se Cristo foi ou não real, ou se ele era divino.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo o Vaticano, independentemente da idade do Sudário, se é medieval (1260 - 1390), como mostrado pela datação por radiocarbono controversa, ou mais velho, como indicado por outras investigações, a questão mais importante permanece a mesmo: como é que essa imagem do corpo aparece no Sudário?

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO