Petroleira canadense admite que difundiu adesivos com imagem sexualizada de Greta Thunberg

Petroleira canadense X-Site Energy Service assumiu a autoria da campanha contra a ativista ambiental sueca Greta Thunberg. Imagem mostra um desenho de uma menina de costas com as costas nuas e em posição sexual, enquanto duas mãos a puxam pelas tranças

Petroleira canadense admite que difundiu adesivos com imagem sexualizada de Greta Thunberg.
Petroleira canadense admite que difundiu adesivos com imagem sexualizada de Greta Thunberg. (Foto: Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A empresa petroleira canadense X-Site Energy Service assumiu nesta terça-feira (3) que é de sua autoria a campanha baseada em um adesivo difamatório contra a ativista ambiental sueca Greta Thunberg.

A imagem mostra um desenho de uma menina de costas com as costas nuas e em posição sexual, enquanto duas mãos a puxam pelas tranças. Para não deixar dúvidas de que a imagem misógina se refere à ativista, o colante também traz o nome de Greta escrito.

O adesivo começou a ser difundido na semana passada, e viralizou rapidamente nas redes sociais. O gerente-geral da X-site, Doug Sparrow, inicialmente negou relação da empresa com o material, mas dias depois acabou admitindo, e a empresa se desculpou através de um comunicado oficial publicado nesta terça.

Leia a íntegra na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247