Placa em homenagem ao “Olavo de Carvalho” da ditadura Pinochet é encontrada em lixão no Chile

Jaime Guzmán foi a principal figura civil da ditadura chilena, uma espécie de Olavo de Carvalho do pinochetismo. Algumas lendas afirmam que ele escreveu sozinho a atual constituição, imposta pelo ditador Pinochet em 1980

Placa em homenagem a Jaime Guzmán
Placa em homenagem a Jaime Guzmán (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Na manhã de segunda-feira (16), um grupo de trabalhadores da limpeza pública do Chile encontrou no lixão municipal uma enorme placa de mármore com uma homenagem ao falecido senador Jaime Guzmán, fundador do partido pinochetista UDI (União Democrata Independente).

Jaime Guzmán foi uma figura das mais controversas da história do Chile. Além de fundador da UDI, foi a principal figura civil da ditadura de Augusto Pinochet. Jamais teve um cargo no governo, mas era considerado eminência parda no Palácio de La Moneda, uma espécie de Olavo de Carvalho do pinochetismo. Algumas lendas afirmam que a atual constituição chilena, imposta pelo ditador em 1980, foi toda ela escrita por Guzmán.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247