Polícia britânica procura suspeitos em 20 mil horas de vídeo

Com imagens gravadas por cmeras de segurana, deve chegar a 3 mil o nmero de pessoas detidas por saques e vandalismo no Reino Unido



247 com agências internacionais - Uma equipe de 125 agentes da Scotland Yard passou os últimos dias revendo 20 mil horas de imagens gravadas por câmaras de segurança para identificar outras pessoas envolvidas nos distúrbios do Reino Unido. A Polícia divulgou grande parte dessas imagens para pedir a colaboração da população nesse trabalho.

Até agora, já são mais de 1.554 pessoas detidas em Londres por causa das manifestações violentas na cidade entre sábado e terça-feira passados. Centenas de lojas foram saqueadas e prédios e carros queimados. Cinco pessoas morreram na revolta iniciada no subúrbio e centro de Londres e que se espalhou pela Inglaterra nos quatro dias seguintes. Dos detidos, 892 foram processados, segundo os últimos dados da Scotland Yard. Só ontem, mais de 150 pessoas envolvidas nos ataques foram identificadas na capital britânica. Os investigadores acreditam que o número de arruaceiros e saqueadores detidos pode ultrapassar a marca dos 3 mil.

A situação no País se tranquilizou nos últimos dias. Na sexta-feira, o gabinete de David Cameron divulgou que o primeiro-ministro convocou a ajuda de William Bratton, ex-chefe de política de Nova York, para lidar com a violência que tomou as ruas do Reino Unido.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email