Polícia espanhola confisca material eleitoral do referendo na Catalunha

O governo central de Madrid está agindo para impedir o referendo sobre a independência na Catalunha, que acontece neste domingo; ​os efetivos da polícia espanhola começaram a fechar os locais de votação, confiscando urnas e material eleitoral na Catalunha

Pessoas levantam bandeiras da Catalunha em manifestação que marcou o dia da Catalunha. Centenas de milhares de catalães eram esperados nas ruas para pedir o direito de decidir por voto uma eventual separação da Espanha. 11/09/2014.REUTERS/Albert Gea
Pessoas levantam bandeiras da Catalunha em manifestação que marcou o dia da Catalunha. Centenas de milhares de catalães eram esperados nas ruas para pedir o direito de decidir por voto uma eventual separação da Espanha. 11/09/2014.REUTERS/Albert Gea (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

​Os efetivos da polícia espanhola começaram a fechar os locais de votação e urnas eleitorais na Catalunha, onde se realiza o referendo sobre a independência.

O Ministério do Interior de Espanha afirmou através de sua conta no Twitter que os agentes da Polícia e da Guarda Civil "cumprem as ordens do juiz e já foi retirado material eleitoral do referendo ilegal".

Como informa agência espanhola EFE, a polícia fechou cerca de 15 urnas e realizou buscas. Os policiais foram rodeados por inúmeras pessoas, o que obrigou a Guarda Civil a chamar reforços.

​O Tribunal Constitucional suspendeu todas as decisões da Catalunha relativas ao referendo. Assim, o tribunal declarou que todas as ações das autoridades catalãs são ilegais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247