Por que a maior potência do mundo enfrenta tão mal a pandemia de coronavírus?

O jornalista cubano Randy Alonso Falcón, editor do sítio Cubadebate, comenta sobre a incapacidade dos Estados Unidos para enfrentar o coronavírus

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "O mundo está passando por tempos de pandemia. Não é uma crise de saúde exclusivamente; é política, econômica, social e de valores", escreve o jornalista cubano Randy Alonso Falcón. 

"Juntamente com as doenças associadas, a pobreza é um fator agravante para aqueles que contraem a covid-19. O salve-se quem puder não funciona, o neoliberalismo mostra seus limites trágicos", argumenta. 

"Torne a América grande" - continuam dizendo os pôsteres da campanha eleitoral de Donald Trump espalhados pelo país. "Enquanto isso, a nação do norte se tornou o epicentro mundial da pandemia de covid-19". 

Alguém muito mais inteligente e sensível do que o presidente Donald Trump, o intelectual Noam Chomsky, considerou as ações do presidente péssimas e classificou essa crise como “outro exemplo de falha do mercado, assim como a ameaça de uma catástrofe ambiental […] O ataque neoliberal deixou os hospitais despreparados. Um exemplo são os leitos que foram removidos em nome de 'eficiência' ".

Leia a íntegra

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email