CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Premiê espanhol espera formar novo governo em um mês

Primeiro-ministro interino da Espanha, Mariano Rajoy, disse nesta segunda-feira, 27, que espera formar um governo de coalizão dentro de um mês, após o resultado das eleições do fim de semana nas quais seu partido conservador conquistou a maioria das cadeiras, mas não conseguiu maioria absoluta; partido de Rajoy, o conservador Partido Popular, foi o único grande partido a ganhar terreno em relação às eleições de dezembro, uma vez que parte do eleitorado voltou para os partidos tradicionais e abandonou os novatos

Imagem Thumbnail
Primeiro-ministro interino da Espanha, Mariano Rajoy, disse nesta segunda-feira, 27, que espera formar um governo de coalizão dentro de um mês, após o resultado das eleições do fim de semana nas quais seu partido conservador conquistou a maioria das cadeiras, mas não conseguiu maioria absoluta; partido de Rajoy, o conservador Partido Popular, foi o único grande partido a ganhar terreno em relação às eleições de dezembro, uma vez que parte do eleitorado voltou para os partidos tradicionais e abandonou os novatos (Foto: Aquiles Lins)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) - O primeiro-ministro interino da Espanha, Mariano Rajoy, disse nesta segunda-feira que espera formar um governo de coalizão dentro de um mês, após o resultado das eleições do fim de semana nas quais seu partido conservador conquistou a maioria das cadeiras, mas não conseguiu maioria absoluta.

Os votos dos eleitores espanhóis criaram um Parlamento dividido pela segunda vez em seis meses na eleição geral de domingo, destacando a incerteza política na Europa após a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia na semana passada.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O partido de Rajoy, o conservador Partido Popular, foi o único grande partido a ganhar terreno em relação às eleições de dezembro, uma vez que parte do eleitorado voltou para os partidos tradicionais e abandonou os novatos.

Com a turbulência dos mercados financeiros globais após a decisão britânica, o Partido Popular de Rajoy está sob pressão para encontrar apoio dos socialistas, que ficaram em segundo lugar, e o Cidadãos, um partido menor, de modo a formar um governo estável.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Tenho que tentar conseguir uma maioria para governar, porque sem isso, fica muito difícil", disse Rajoy. "Acredito que dentro de um mês possamos ter um acordo sobre o básico. Não faria sentido perder tempo por vários meses".

O Partido Popular conquistou 137 cadeiras, mais do que as 123 das eleições de dezembro, mas menos do que as 176 necessárias para a maioria absoluta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

(Por Angus Berwick e Sarah White)

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO