Presidente do Haiti, Jovenel Moïse é assassinado em sua casa

Um grupo de indivíduos não identificados invadiu a residência privada do presidente do Haiti, Jovenel Moïse, e o assassinou

www.brasil247.com - Presidente do Haiti, Jovenel Moïse
Presidente do Haiti, Jovenel Moïse (Foto: Reprodução/ @moisejovenel)


247 - O presidente do Haiti, Jovenel Moïse, foi assassinado durante a madrugada desta quarta-feira (7), disse o primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph, em um comunicado. Um grupo de homens armados teria invadido a residência oficial no bairro de Pelerin, em Porto Príncipe, atirando no presidente e na primeira-dama, Martine, que foi internada.

Joseph afirmou no comunicado que "um grupo de indivíduos não identificados, alguns dos quais falavam em espanhol, atacou a residência privada do presidente da República" por volta da 1h e "feriu mortalmente o Chefe de Estado".

O premiê pediu à população "que se acalme" e afirmou que "a situação da segurança no país está sob o controle da Polícia Nacional haitiana e das Forças Armadas do Haiti". "Todas as medidas estão sendo tomadas para garantir a continuidade do Estado e proteger a nação".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O assassinato acentua ainda mais a grave instabilidade política que piorou há seis meses, quando Moïse decidiu se manter no poder, alegando que o seu mandato de cinco anos acabaria apenas em 2022, e remarcando as eleições legislativas para setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A violência no país, de acordo com as Nações Unidas, atingiu "níveis sem precendentes", em meio ao vazio político: na semana passada, em um ataque coordenado, pelo menos 20 pessoas, entre elas importantes figuras da oposição, foram mortas em Porto Príncipe. Agravando ainda mais a situação, o país não vacinou até agora nenhum de seus 11,26 milhões de habitantes contra a Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email