Primeiro-ministro da Etiópia anuncia ultimato e planeja ofensiva final para acabar com o conflito no Tigré

Os confrontos entre as forças do governo de Abiy Ahmed e do governo regional se intensificaram nos últimos dias; a violência pode aumentar nos próximos dias com o ultimato que requer que as forças do Tigré se rendam

Abiy Ahmed
Abiy Ahmed (Foto: Tiksa Negeri/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Abiy Ahmed, primeiro-ministro da Etiópia, deu um ultimato que pode aumentar a violência na região do Tigré, onde ocorre um conflito entre forças governamentais e regionais que já dura semanas e deixou centenas de mortos e milhares de refugiados. O governante deu um prazo para que as forças do Tigré se rendessem, dizendo: “com o prazo esgotado, tomaremos ações finais e cruciais para aplicar a lei nos próximos dias”. 

As informações foram reportadas no Globo.

A postura do governante nacional vai contra a recomendação de diversas lideranças internacionais, como ONU, União Europeia, União Africana, Estados Unidos e até o Papa, que pediram um fim para o conflito e o começo de negociações.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247