“Putin afagou o ego de Bolsonaro porque quer trazer o Brasil de volta para os BRICS”, diz Pepe Escobar

"O recado dos russos foi extremamente sutil mas bastante direto: 'escuta, a gente está aberto. Voltem para cá, vamos trabalhar juntos'. É de maior interesse para o Brasil voltar a ter um papel de protagonista dentro dos BRICS", disse o correspondente internacional à TV 247

Pepe Escobar, Xi Jinping e Vladimir Putin
Pepe Escobar, Xi Jinping e Vladimir Putin (Foto: Brasil247 | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista e correspondente internacional Pepe Escobar comentou na TV 247 o discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao final da Cúpula dos BRICS que, em sua visão, é um convite para que o Brasil volte a protagonizar, ao lado dos russos e chineses, a liderança do grupo.

De acordo com Pepe, Putin fez elogios a Jair Bolsonaro para 'afagar seu ego' e, assim, conseguir trazer o Brasil de volta, já que o País praticamente se desligou da aliança após o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff. "Ele mandou aquele recado psicológico finíssimo para o Bolsonaro que, como os russos são especialistas nisso, funcionou. Eles afagaram o ego do Bolsonaro. O principal da mensagem, extremamente sofisticada e muito simples, fundamentalmente foi isso: vamos afagar um pocuo o ego desse demente porque a gente quer trazer o Brasil de volta para os BRICS, como um ator importante. Vamos trazer o Brasil para acompnahar as nossas políticas e as nossas discussões enquanto a gente sabe que no momento a Índia é uma carta completamente fora do baralho. O recado dos russos foi extremamente sutil mas bastante direto: 'escuta, a gente está aberto. Voltem para cá, vamos trabalhar juntos'. É de maior interesse para o Brasil voltar a ter um papel de protagonista dentro dos BRICS e pensar as políticas dos próximos anos em conuunto com os dois que mandam, Xi [Jinping, presidente da China] e Putin. A gente não sabe como Brasília vai responder a isso".

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email