Putin: 'Brics é um dos elementos-chave do mundo multipolar'

“O exemplo concreto da interação é a criação do Novo Banco de Desenvolvimento e do Arranjo Contingente de Reservas do BRICS, com o capital total de 200 bilhões de dólares. Estou convencido de que, com o processo da criação do Banco, o rendimento prático das suas atividades só aumentará, inclusive por conta dos projetos que promovem a integração entre os países do BRICS”, disse Vladimir Putin, na cúpula de Goa, na Índia

Presidente russo, Vladimir Putin, durante sua coletiva de imprensa anual de fim de ano, em Moscou. 18/12/2014. REUTERS/Maxim Zmeyev
Presidente russo, Vladimir Putin, durante sua coletiva de imprensa anual de fim de ano, em Moscou. 18/12/2014. REUTERS/Maxim Zmeyev (Foto: Leonardo Attuch)

Do Opera Mundi O presidente da Rússia, Vladmir Putin, afirmou, em entrevista à agência Sputnik e a outros veículos russos e indianos, que considera os Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) “um dos elementos-chave” do processo de multipolarização mundial. Ele participa, neste final de semana, da 8ª Cúpula do bloco, realizada em Goa, na Índia. As declarações foram divulgadas nesta quinta-feira (13/10).

“O BRICS é um dos elementos-chave do mundo multipolar em formação. Os participantes do ‘quinteto’ invariavelmente reafirmam o seu apego aos princípios fundamentais do direito internacional, promovem a consolidação do papel central da ONU. Os nossos países não aceitam a política de pressão com força e de abalo da soberania de outros Estados. Temos abordagens parecidas aos problemas internacionais atuais – inclusive, quanto à crise na Síria”, disse o presidente russo.

Segundo ele, uma das forças dos Brics é a integração do grupo, já que, no momento, existem mais de 30 equipes interministeriais nos âmbitos político, econômico, humanitário, de segurança e policial.

“O exemplo concreto da interação é a criação do Novo Banco de Desenvolvimento e do Arranjo Contingente de Reservas do BRICS, com o capital total de 200 bilhões de dólares. Estou convencido de que, com o processo da criação do Banco, o rendimento prático das suas atividades só aumentará, inclusive por conta dos projetos que promovem a integração entre os países do BRICS”, afirmou.

De acordo com Putin, a agenda da cúpula em Goa inclui a análise do primeiro projeto de parceria econômica entre os países, que foi decidida na última cúpula, em Ufá (Rússia), em 2015. “Planejamos criar novos formatos e mecanismos de cooperação com os parceiros, no âmbito dos quais serão elaboradas medidas coordenadas para o desenvolvimento dos laços em várias áreas. Com isso, permanecerão no foco as questões relacionadas com o reforço da segurança internacional e estabilidade, o fortalecimento da competividade das nossas economias, a promoção do desenvolvimento internacional.”

“Este encontro”, conclui o presidente russo, “é uma boa oportunidade para os líderes 'sincronizarem seus relógios' quanto às questões chave da agenda internacional. Estamos decididos a cooperar na área de combate ao terrorismo, luta contra tráfego de drogas e corrupção. Conjuntamente, desejamos contribuir para resolução de conflitos, segurança de informação internacional. Todos nós estamos preocupados com a persistente instabilidade na economia mundial. Junto com os parceiros, deliberaremos o que é possível fazer para consolidar futuramente os nossos esforços frente a estes desafios.”

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247