‘Quando não se tem projeto, o voo é curto’, diz professor Reginaldo Nasser sobre Trump e a extrema direita

O professor de Relações Internacionais da PUC disse à TV 247 que, apesar de todo o legado de Trump, ainda que negativo, o presidente não se tornou, durante seu mandato, o nome mais representativo do Partido Republicano. “Reagan foi muito mais importante que Trump”. Assista

Reginaldo Nasser e Donald Trump
Reginaldo Nasser e Donald Trump (Foto: Reprodução | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O professor de Relações Internacionais da PUC-SP Reginaldo Nasser falou à TV 247 sobre a vitória do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e principalmente sobre a derrota do presidente Donald Trump. Ele pontuou que ‘quando não se tem projeto, o voo é curto’, para tratar da administração do republicano.

Por falar em partido Republicano, o professor salientou ainda que Trump, com todo seu legado, mesmo que negativo, não se tornou nome de referência entre colegas e seguidores de sua legenda. “[Ronald] Reagan foi muito mais importante que Trump”, afirmou.

Nasser disse também que toda a briga de Trump contra o resultado das urnas é “para a militância dele. Para dizer que saiu vencedor ou que ele perdeu de cabeça erguida. E está ultrapassando todas as linhas. Isso é um risco para ele dentro do partido”.

“Ele não vai ultrapassar essa linha porque os movimentos sociais estão na rua. Isso é fundamental. Bernie Sanders colocou em seu Twitter: ‘a luta continua’. Os movimentos sociais e a luta dos negros foram muito importantes e estão sendo importante para garantir isso. Para garantir o mínimo. Não é o ideal”.

Inscreva-se, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247