Rafael Correa e Cristina Kirchner se solidarizam com Lula

O ex-presidente do Equador Rafael Correa prestou solidariedade a Lula após o ataque a tiros contra sua caravana; "Nossa solidariedade com o camarada Lula e sua caravana pela paz, alegria, vitória, que acaba de ser atacada", disse; a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner afirmou que, "como eles não têm perseguição política e judicial suficiente ou com a campanha de descrédito permanente dos meios de comunicação, agora eles são violentos"

O ex-presidente do Equador Rafael Correa prestou solidariedade a Lula após o ataque a tiros contra sua caravana; "Nossa solidariedade com o camarada Lula e sua caravana pela paz, alegria, vitória, que acaba de ser atacada", disse; a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner afirmou que, "como eles não têm perseguição política e judicial suficiente ou com a campanha de descrédito permanente dos meios de comunicação, agora eles são violentos"
O ex-presidente do Equador Rafael Correa prestou solidariedade a Lula após o ataque a tiros contra sua caravana; "Nossa solidariedade com o camarada Lula e sua caravana pela paz, alegria, vitória, que acaba de ser atacada", disse; a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner afirmou que, "como eles não têm perseguição política e judicial suficiente ou com a campanha de descrédito permanente dos meios de comunicação, agora eles são violentos" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O ex-presidente do Equador Rafael Correa prestou solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por causa dos tiros disparados contra um ônibus da caravana, nesta terça-feira (27), no Paraná.

"Nossa solidariedade com o camarada Lula e sua caravana pela paz, alegria, vitória, que acaba de ser atacada por balas por aqueles que não podem nos derrotar nas urnas. 'Quanto mais escura a noite, mais perto está o nascer do sol'. Até à vitória, sempre!", escreveu Correa em sua conta no Twitter.

Quem também se solidarizou com Lula foi a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner. "Como eles não têm perseguição política e judicial suficiente ou com a campanha de descrédito permanente dos meios de comunicação, agora eles são violentos. Força, Lula!", disse. 

A informação sobre o tiroteio foi publicada inicialmente pelo site Brasil de Fato nas redes sociais. A página noticiou ainda que também foram colocados pregos na estrada para furar os pneus dos ônibus da caravana. Segundo apuração do 247, dois tiros atingiram o segundo ônibus e dois, o terceiro veículo. Nenhum atingiu o primeiro ônibus.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247