CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Referendo mostra vitória do 'não' na Grécia

Com cerca de 82% dos votos apurados até às 17h22 deste domingo (5), 61,57% dos gregos rejeitaram as propostas de austeridade de credores internacionais - FMI, Banco Central Europeu (BCE) e o bloco europeu; ao todo, 38,43% votaram pelo "sim", ou seja, não há mais chances de reverter o cenário; primeiro-ministro Alexis Tsipras disse que o referendo mostrou que a democracia não pode ser chantageada e negou que a provável vitória do 'não' signifique uma ruptura com a Europa

Com cerca de 82% dos votos apurados até às 17h22 deste domingo (5), 61,57% dos gregos rejeitaram as propostas de austeridade de credores internacionais - FMI, Banco Central Europeu (BCE) e o bloco europeu; ao todo, 38,43% votaram pelo "sim", ou seja, não há mais chances de reverter o cenário; primeiro-ministro Alexis Tsipras disse que o referendo mostrou que a democracia não pode ser chantageada e negou que a provável vitória do 'não' signifique uma ruptura com a Europa (Foto: Leonardo Lucena)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247, com Agência Lusa – Com cerca de 77% dos votos apurados, 61,60% dos gregos rejeitaram as propostas de austeridade de credores internacionais - Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e o bloco europeu. Ao todo, 38,40% votaram pelo "sim", ou seja, não há mais chances de reverter o cenário. A diferença entre as votações contrariou todas as pesquisas, inclusive as realizadas neste domingo (5).

O resultado representa uma vitória para o primeiro-ministro Alexis Tsipras, que pediu para os eleitores votarem "não" a um pacote que ele classifica como uma "humilhação" nacional. Segundo ele, o referendo mostrou que a democracia não pode ser chantageada e negou que a provável vitória do Não signifique uma ruptura com a Europa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Quero agradecer a todos, independentemente de como votaram. Os gregos fizeram uma escolha corajosa que vai mudar o debate na Europa”, disse Tsipras em um discurso transmitido pela televisão.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO