Reino Unido ultrapassa Itália em número de mortes do coronavírus na Europa

Dados semanais do Escritório Nacional de Estatísticas acrescentaram mais de 7 mil mortes na Inglaterra e no País de Gales, elevando o total do Reino Unido para 32.313

Equipe médica com roupa de proteção trata paciente com coronavírus em UTI de hospital em Cremona, no norte da Itália
Equipe médica com roupa de proteção trata paciente com coronavírus em UTI de hospital em Cremona, no norte da Itália (Foto: LA7 PIAZZAPULITA/Reuters TV via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Reino Unido ultrapassou a Itália ao relatar mais de 32 mil mortes pelo coronavírus, a maior taxa de mortalidade oficial da Europa, como mostraram cifras divulgadas nesta terça-feira.

A taxa alta pode aumentar a pressão política sobre o primeiro-ministro, Boris Johnson, que esperou mais do que outros líderes europeus para ordenar um isolamento para conter a disseminação do vírus em março.

Cifras semanais do Escritório Nacional de Estatísticas britânico acrescentaram mais de 7 mil mortes na Inglaterra e no País de Gales, elevando o total do Reino Unido para 32.313.

O número é um dos vários métodos para calcular óbitos e difícil de comparar com outros países, mas oferece o sinal mais claro até agora de que o Reino Unido pode se tornar a nação mais atingida da Europa, apesar de ter sido vitimada mais tarde do que outros vizinhos.

Partidos de oposição questionaram a decisão inicial de Johnson de adiar o isolamento no momento em que os hospitais da Itália já estavam ficando sobrecarregados.

Eles também dizem que seu governo demorou demais para iniciar os exames em massa e enviar equipamentos de proteção suficientes aos hospitais.

A verdadeira cifra de mortes do coronavírus pode ser muito maior. O Escritório Nacional de Estatísticas disse que morreram 33.593 pessoas a mais do que a média até 24 de abril na Inglaterra e no País de Gales quando se compara este número com os 27.365 casos em que o coronavírus foi mencionado nos certificados de óbito.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]om.br

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247