Religioso se engana na conta e erra a data do fim do mundo

O evangelista Harold Camping afirma que Juzo Final ser em 21 de outubro, e no 21 de maio como afirmou anteriormente

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Um cálculo errado e tudo pode mudar. O evangelista da Califórnia Harold Camping disse que sua profecia sobre o fim do mundo tinha uma defasagem de cinco meses e afirmou que o Juízo Final chegará na realidade em 21 de outubro, e não em 21 de maio como previsto anteriormente. Camping havia predito que 200 milhões de cristãos seriam levados ao céu no último sábado, antes da destruição da Terra.

Ele afirmou que sentiu-se tão mal quando sua previsão não se tornou realidade que saiu de casa e se refugiou em um motel com a mulher. Sua igreja independente, a Family Radio International, gastou milhões de dólares, muitos deles obtidos com doações de seguidores, em mais de 5 mil cartazes e anúncios sobre o Dia do Juízo Final.

Agora, Camping disse que o Apocalipse será cinco meses mais tarde que 21 de maio, sua data inicial para o fim do mundo. Em 21 de outubro, o mundo deve ser consumido por uma bola de fogo, afirmou. O último sábado foi "um dia invisível do Juízo Final", no qual ocorreu um julgamento espiritual, explicou. "Sempre dissemos que 21 de maio era o dia, mas não compreendemos o significado espiritual", defendeu-se. "O 21 de maio é o dia em que Cristo veio e pôs o mundo sob julgamento".

Não é a primeira vez que o evangelista da rádio cristã teve de explicar o motivo de seus erros. Ele também previu o Apocalipse em 1994, mas na ocasião explicou que houve um erro matemático. Ontem, Camping não conduziu seu programa diário, mas apresentou um comunicado especial à imprensa através de seu escritório. Em 2009, a organização sem fins lucrativos dele, a Family Radio, informou à Receita Federal dos EUA que recebeu US$ 18,3 milhões em doações e tinha bens avaliados em mais de US$ 104 milhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email