Rússia e China buscam se tornar potências espaciais e são 'séria ameaça', diz agência dos EUA

Rússia e a China buscam se tornar potências espaciais líderes e pretendem criar novas normas globais no segmento para minar a liderança dos Estados Unidos, segundo norte-americanos

www.brasil247.com -
(Foto: Sputnik / Roscosmos)


Sputnik - A Rússia e a China buscam se tornar potências espaciais líderes e pretendem criar novas normas globais no segmento para minar a liderança dos Estados Unidos, disse a Agência de Inteligência de Defesa dos EUA (DIA, na sigla em inglês), nesta terça-feira (12).

Além disso, o órgão destacou que a frota espacial combinada da Rússia e da China cresceu 70% entre 2019 e 2021, enquanto de 2015 a 2018, os dois países aumentaram coletivamente seus conjuntos em mais de 200%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O comunicado diz que os dados revelam "uma séria ameaça aos EUA e seus aliados". Além de China e Rússia, o texto alerta também sobre as capacidades espaciais da Coreia do Norte e do Irã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email