Rússia não descarta terrorismo em queda de avião militar no Mar Negro

Autoridades russas disseram nesta quinta-feira que não descartam que um "ato terrorista" tenha provocado a queda de um avião militar no Mar Negro no domingo; "Não houve explosão a bordo", disse Sergei Bainetov, chefe de segurança de voo da Força Aérea Russa e líder da comissão do governo que investiga a queda da aeronave, que matou 92 pessoas; "Mas esse não é o único tipo de ato terrorista... Pode ter sido qualquer tipo de impacto mecânico, então nós não descartamos um ato terrorista", acrescenta Bainetov

Autoridades russas disseram nesta quinta-feira que não descartam que um "ato terrorista" tenha provocado a queda de um avião militar no Mar Negro no domingo; "Não houve explosão a bordo", disse Sergei Bainetov, chefe de segurança de voo da Força Aérea Russa e líder da comissão do governo que investiga a queda da aeronave, que matou 92 pessoas; "Mas esse não é o único tipo de ato terrorista... Pode ter sido qualquer tipo de impacto mecânico, então nós não descartamos um ato terrorista", acrescenta Bainetov
Autoridades russas disseram nesta quinta-feira que não descartam que um "ato terrorista" tenha provocado a queda de um avião militar no Mar Negro no domingo; "Não houve explosão a bordo", disse Sergei Bainetov, chefe de segurança de voo da Força Aérea Russa e líder da comissão do governo que investiga a queda da aeronave, que matou 92 pessoas; "Mas esse não é o único tipo de ato terrorista... Pode ter sido qualquer tipo de impacto mecânico, então nós não descartamos um ato terrorista", acrescenta Bainetov (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

MOSCOU (Reuters) - Autoridades russas disseram nesta quinta-feira que não descartam que um "ato terrorista" tenha provocado a queda de um avião militar no Mar Negro no domingo, mas afirmaram que essa é apenas uma das hipóteses sob consideração.

"Não houve explosão a bordo", disse Sergei Bainetov (à direita na imagem), chefe de segurança de voo da Força Aérea Russa e líder da comissão do governo que investiga a queda da aeronave, que matou 92 pessoas.

"Mas esse não é o único tipo de ato terrorista... Pode ter sido qualquer tipo de impacto mecânico, então nós não descartamos um ato terrorista", acrescentou Bainetov.

(Reportagem de Gleb Stolyarov)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email