Sarkozy é indiciado em caso da L’Oréal

Ex-presidente francês foi formalmente acusado nesta quinta-feira por um juiz de Bordeaux por "abuso de fragilidade" contra Liliane Bettencourt, mulher mais rica da França, para conseguir financiamento para a sua campanha presidencial de 2007

Sarkozy é indiciado em caso da L’Oréal
Sarkozy é indiciado em caso da L’Oréal
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais - O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi formalmente acusado nesta quinta-feira por um juiz de Bordeaux, na França, por "abuso de fragilidade" da dona da L’Oreal para conseguir financiamento para a sua campanha presidencial de 2007.

A investigação formal pretende estabelecer se Sarkozy teria se aproveitado financeiramente da vulnerabilidade de Liliane Bettencourt, de 90 anos, que é a mulher mais rica da França. Liliane supostamente sofre de Alzheimer e está sob proteção judicial.

Sarkozy nega as alegações.

Na terça-feira, o juiz ordenou que ele se encontrasse com o ex-mordomo de Bettencourt para uma acareação, com o objetivo de esclarecer quantas vezes visitou a herdeira da L’Oreal. De acordo com o jornal francês “Le Monde”, foram ao menos 31 encontros com protagonistas do caso.

Em 2010, uma ex-tesoureira de Liliane, Claire Thibout, afirmou ter recebido ordens de Patrice de Maistre - gestor da fortuna e preso temporariamente em 2011 - para sacar  150 mil euros que seriam destinados a Éric Woerth, tesoureiro da campanha de Sarkozy em 2007. Segundo o “Le Monde”, em 2008, logo depois de um encontro com Sarkozy, então presidente, Maistre sacou 2 milhões de euros das contas de Liliane na Suíça.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email