“Se não nos deixam sonhar não os deixaremos dormir”

Empunhando cartazes com dizeres tais como “se não nos deixam sonhar não os deixaremos dormir”; “ninguém é mais que os outros”; “liberdade é viver sem precariedade”; “privatização não”; “exigimos o que é nosso: trabalho, salário, estabilidade, direitos”; “especulação=desumanização”, milhares de portugueses de todas as idades, jovens, adultos, velhos e crianças saíram às ruas nas maiores cidades de Portugal

Empunhando cartazes com dizeres tais como “se não nos deixam sonhar não os deixaremos dormir”; “ninguém é mais que os outros”; “liberdade é viver sem precariedade”; “privatização não”; “exigimos o que é nosso: trabalho, salário, estabilidade, direitos”; “especulação=desumanização”, milhares de portugueses de todas as idades, jovens, adultos, velhos e crianças saíram às ruas nas maiores cidades de Portugal
Empunhando cartazes com dizeres tais como “se não nos deixam sonhar não os deixaremos dormir”; “ninguém é mais que os outros”; “liberdade é viver sem precariedade”; “privatização não”; “exigimos o que é nosso: trabalho, salário, estabilidade, direitos”; “especulação=desumanização”, milhares de portugueses de todas as idades, jovens, adultos, velhos e crianças saíram às ruas nas maiores cidades de Portugal (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Empunhando cartazes com dizeres tais como “se não nos deixam sonhar não os deixaremos dormir”; “ninguém é mais que os outros”; “liberdade é viver sem precariedade”; “privatização não”; “exigimos o que é nosso: trabalho, salário, estabilidade, direitos”; “especulação=desumanização”, milhares de portugueses de todas as idades, jovens, adultos, velhos e crianças saíram às ruas nas maiores cidades de Portugal; segundo os organizadores, “foi o maior Primeiro de Maio dos últimos anos”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247