Secretário de Justiça britânico se lança sucessor de Cameron

Secretário britânico da Justiça, Michael Gove anunciou nesta quinta-feira, 30, que tentará suceder David Cameron como líder conservador e primeiro-ministro; "Disse reiteradamente que não queria ser primeiro-ministro. Essa sempre foi minha opinião. Mas os acontecimentos desde a última quinta-feira tiveram um grande peso", disse Gove, um dos líderes pró-Brexit; declaração ocorreu no mesmo dia em que o ex-prefeito de Londres Boris Johnson anunciou que não disputará o cargo de primeiro-ministro; nesta quinta-feira, a ministra do Interior, Theresa May, oficializou também sua candidatura

Secretário britânico da Justiça, Michael Gove anunciou nesta quinta-feira, 30, que tentará suceder David Cameron como líder conservador e primeiro-ministro; "Disse reiteradamente que não queria ser primeiro-ministro. Essa sempre foi minha opinião. Mas os acontecimentos desde a última quinta-feira tiveram um grande peso", disse Gove, um dos líderes pró-Brexit; declaração ocorreu no mesmo dia em que o ex-prefeito de Londres Boris Johnson anunciou que não disputará o cargo de primeiro-ministro; nesta quinta-feira, a ministra do Interior, Theresa May, oficializou também sua candidatura
Secretário britânico da Justiça, Michael Gove anunciou nesta quinta-feira, 30, que tentará suceder David Cameron como líder conservador e primeiro-ministro; "Disse reiteradamente que não queria ser primeiro-ministro. Essa sempre foi minha opinião. Mas os acontecimentos desde a última quinta-feira tiveram um grande peso", disse Gove, um dos líderes pró-Brexit; declaração ocorreu no mesmo dia em que o ex-prefeito de Londres Boris Johnson anunciou que não disputará o cargo de primeiro-ministro; nesta quinta-feira, a ministra do Interior, Theresa May, oficializou também sua candidatura (Foto: Aquiles Lins)

247 - O secretário britânico da Justiça, Michael Gove  anunciou nesta quinta-feira, 30, que tentará suceder David Cameron como líder conservador e primeiro-ministro.

"Disse reiteradamente que não queria ser primeiro-ministro. Essa sempre foi minha opinião. Mas os acontecimentos desde a última quinta-feira tiveram um grande peso", disse Gove, um dos líderes pró-Brexit.

Declaração ocorreu no mesmo dia em que o ex-prefeito de Londres Boris Johnson anunciou que não disputará o cargo de primeiro-ministro. "Devo dizer a vocês, meus amigos, que esperaram com fé pela parte final desse discurso, que tendo consultado colegas e em vista das circunstâncias no Parlamento, concluí que a pessoa [a ocupar os cargos] não pode ser eu", disse Johnson.

Havia sido especulado que Gove seria o número 2 da candidatura de Johnson, depois de ter atuado como escudeiro do ex-prefeito de Londres durante a campanha do referendo da União Europeia de 23 de junho.

Nesta quinta-feira, a ministra do Interior, Theresa May, oficializou também sua candidatura.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247