Sem ter o que mostrar, Bolsonaro usa conquistas do PT em discurso na Cúpula do Clima

Todas os dados anunciados como positivos por Bolsonaro para tentar defender seu governo foram, na verdade, frutos de ações dos governos Lula e Dilma

(Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em discurso na Cúpula do Clima nesta quinta-feira (22), Jair Bolsonaro se utilizou de êxitos dos governos Lula e Dilma Rousseff, do PT para defender seu governo na pauta ambiental.

O incremento da utilização de matrizes energéticas mais limpas, como o etanol e energia eólica, a revolução tecnológica no campo, o compromisso de eliminar o desmatamento e reduzir a emissão de gases de efeito estufa a 43% até 2030, a não emissão de 7,8 bilhões de carbono na atmosfera em 15 anos; todos os feitos ocorreram ou foram frutos de ações implementadas por Lula e Dilma, tendo uma pequena parcela também sob responsabilidade do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, destaca Chico Alves, em coluna no UOL.

"Outros dados que [Bolsonaro] anunciou como positivos, devem ser relativizados", adverte ainda o colunista

Além de ter sido humilhado internacionalmente nesta quinta-feira pela ausência do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e da vice-presidente, Kamala Harris, durante o discurso, Bolsonaro se mostrou ainda mais mentiroso e incapaz de promover ações realmente efetivas pela preservação do meio ambiente.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email